Proteja o que é seu com um Rastreador!

Faça já uma cotação e receba várias propostas com os melhores preços do mercado!

Comprar ou alugar um rastreador?

Você quer manter seu veículo protegido e está pensando em contar com um rastreador. Mas não sabe se compensa mais comprar rastreador ou contratar um serviço onde esse equipamento é alugado? Acompanhe esse artigo e veja o que vale mais a pena.

O carro próprio é o sonho de consumo de muita gente. Não é por menos que o brasileiro é conhecido, até hoje, como um dos mais apaixonados por veículos.

E tamanha devoção exige, também, muita dedicação para proteger o seu bem tão precioso.

É por isso que muitos condutores se veem diante do dilema de escolher entre o seguro automotivo e o rastreador.

No entanto, neste artigo, vamos analisar a questão sob outro prisma: vamos abordar um cenário em que o proprietário escolheu investir a segurança do seu carro em um rastreador.

Diante da decisão de proteger seu veículo com um rastreador, surgem outras dúvidas como comprar rastreador ou alugar o equipamento com uma empresa especializada.

Continue lendo e descubra se vale mais a pena comprar o equipamento ou alugá-lo?

Comprar ou alugar um rastreador?

Imagem: Getty Images

Comprar rastreador ou investir em um comodato? Eis a questão!

O rastreador tem se tornado, aos poucos, preferência nacional pela qualidade oferecida e pela economia no orçamento.

Especialmente quando comparado com os altos valores cobrados pelas seguradoras.

No entanto, é importante que o consumidor fique atento as duas formas mais populares no mercado para se adquirir um rastreador: por compra ou comodato.

Para entender melhor o que cada um oferece, vamos analisar as duas opções a seguir:

  1. Comprar rastreador

Primeiramente consideramos a opção de compra, onde o condutor deve arcar com as despesas de aquisição e instalação do equipamento.

Instalação essa que deve ser inevitavelmente realizada por um profissional qualificado e não costuma ser barata.

Além disso, é preciso que o motorista invista um valor mensal para que seu veículo possa ser monitorado, seja por uma empresa ou através de um sistema manipulado pelo próprio motorista.

  1. Alugar rastreador

A segunda opção, também conhecida como sistema de comodato é aquele em que o condutor contrata o serviço de rastreamento com uma empresa especializada.

Neste caso, o motorista deverá se preocupar apenas em arcar com uma despesa mensal para a realização do monitoramento 24 horas do seu bem automotivo.

De maneira geral, quando essa opção é escolhida, tanto a instalação quanto a manutenção do equipamento costumam ficar por conta da prestadora de serviço. Além claro, do monitoramento constante.

Como escolher entre comprar rastreador e alugar?

Por isso, muitos especialistas recomendam aos consumidores que, entre compra e comodato, a segunda opção seja a eleita.

Essa recomendação é feita porque, além do cliente não ter que arcar com as despesas do equipamento, instalação e pagamento para o acesso ao sistema ou mesmo o monitoramento do veículo, ele ainda contará com uma garantia ilimitada.

Além disso, caso o proprietário do veículo, o contratante, deseje o cancelamento do serviço, basta que se pague a taxa de desinstalação e devolva o rastreador para a empresa contratada.

Dessa forma, a economia é maior durante todo o período de contratação.

Por outro lado, ao comprar um rastreador, opção muito indicada pelos vendedores, o cliente tem mais encargos.

Além da mensalidade pelo monitoramento, ele adquire o equipamento que será utilizado.

Mas a sua garantia é limitada e, além da taxa citada de instalação e desinstalação, quando o motorista não quiser mais utilizar o equipamento, o proprietário fica com um equipamento sem utilidade.

Portanto, a opção mais vantajosa tanto em relação a menores gastos como comodidade é o sistema de comodato, ou seja, o aluguel de rastreadores.

Que pode ser realizado com empresas especializadas no assunto. Porém, se você ainda tem dúvidas, vale a pena pesquisar as duas opções e calcular todos os gastos que ambas oferecem.

1 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Pular para a barra de ferramentas