Proteja o que é seu com um Rastreador!

Faça já uma cotação e receba várias propostas com os melhores preços do mercado!

Como fazer uma simulação de seguro auto para escolher o melhor?

Na hora de proteger seu carro, é fundamental fazer uma simulação de seguro auto. Apenas por meio dela você poderá compreender a cobertura dos planos, e escolher o mais interessante para o seu dia a dia.

Dessa forma, não é suficiente apenas avaliar o custo do seguro. É fundamental conhecer cada aspecto coberto por ele, e só então comparar as opções. Assim, liste o que você precisa em seu plano: cobertura contra acidentes? Contra roubos? Incêndio, desastres naturais, danos a terceiros?

Definidas essas situações de cobertura, é interessante ainda fazer uma lista de seguradoras possíveis. Com esse elenco em mãos, o consumidor deve pesquisar a reputação de cada uma. Primeiro, em relação à opinião dos consumidores. O que as pessoas dizem sobre a seguradora na internet? Como estão as avaliações da empresa em suas redes sociais, como o Facebook?

É igualmente importante verificar se a companhia possui registro na associação que regula o serviço. Ou seja, na Superintendência de Seguros Privados (Susep). A consulta pode ser feita pelo site da superintendência.

Por fim, considere utilizar o serviço de rastreamento de veículos. Quando o automóvel possui um rastreador, a cotação do seguro costuma ser mais barata. Isso uma vez que, em caso de roubo, o auto poderá ser mais facilmente localizado. Se localizado intacto, ele desobrigará a seguradora do pagamento de indenização.

Como fazer uma simulação de seguro auto para escolher o melhor?

Imagem: Getty Images

Dicas para contratar o seguro

Após seguir estes passos, é interessante contar com a ajuda de um corretor. O especialista poderá indicar se o seguro pensado é o mais adequado para o auto, e esclarecer suas vantagens. A consulta pode, inclusive, ser feita de forma online. Afinal, muitas das empresas oferecem o serviço em seu site.

Ademais, tenha atenção à chamada franquia. A franquia é a participação que o segurado deve quitar quando sofre um sinistro parcial. Ou seja, o valor com o qual o consumidor deverá arcar no conserto do carro, em caso de acidentes.

Geralmente, quanto maior a franquia, menor o custo do seguro. No entanto, uma franquia pequena só é indicada para quem possui poucas chances de sofrer acidentes. Como, por exemplo, quem já possui grande experiência ao volante. Ou que não trafega tanto por grandes rodovias.

Como fazer uma simulação de seguro auto?

Para fazer uma simulação de seguro auto, visite o site das seguradoras selecionadas. Cada uma delas costuma possuir simulador próprio, que vão te indicar taxas e mensalidades. Ao fim, você poderá comparar cada um dos valores, e escolher o melhor.

Lembre-se, contudo, de responder com precisão todos os formulários. Todas as informações solicitadas têm como objetivo calcular os riscos do automóvel. Elas serão decisivas para definição da melhor proteção.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Pular para a barra de ferramentas